sábado, 19 de maio de 2007

Prince of Persia Classic



Volta e meia vocês veem, eu ou um dos amigos mais "vividos" do grupo Benzaiten, relatar nossas experiências com computadores, consoles e produtos antigos. No caso do Prince of Persia (Broderbund Software/1989), nem tão "vividos" assim (risos)! Também é comum ver nossas comparações entre produtos antigos e atuais, muitas vezes sob a emoção do saudosismo mas também buscando manter a história sob ampla perspectiva, especialmente nos aspectos bem sucedidos.

Hoje, fazendo uma visita ao GameBlog (integrante do site Europanet), vi uma postagem do Nelson (desculpe, não consegui localizar o sobrenome) sobre uma recriação do Prince of Persia clássico para Xbox Live Arcade, com nova roupagem visual, respeitando, porém, seu formato "plataforma".

A postagem pode ser lida aqui (como não está disponível o link direto para o post, role umas três telas) e eu vou ser um pouco redundante colocando o mesmo trailer de divulgação, porém com um outro, logo abaixo, mostrando um pouco do Prince of Persia (ou PoP) original – não jogado muito bem, diga-se de passagem –, para efeito de comparação das tecnologias gráficas.





A nova edição do Prince sucita as possibilidades de, sem abrir mão de uma plasticidade moderna, usufruir da funcionalidade dos formatos dos jogos clássicos. (Procure pesquisar a respeito das novas edições de, por exemplo, Gradius.)

Para efeito histórico (e da idade da minha "experiência"), joguei PoP em um IBM-PC XT 286, na oportunidade, em um computador com monitor âmbar. Exatamente, monocromático... Pouco tempo depois, cheguei a conhecer o mesmo jogo em uma versão para o computador Amiga, mesmo tendo a mesmíssima jogabilidade, dispunha de recursos audiovisuais bem mais atrativos, o que era ponto forte desta plataforma, na época: o show de áudio e vídeo, com poucos recursos de hardware.

Em tempo, para não dizer que não falei nada, nada de música, a trilha da apresentação do primeiro Prince (como, aliás, o aspecto gráfico também) me faz lembrar Karateka. Olha a idade aí, gente!

Saiba mais:

Um comentário:

Alexo disse...

Apenas esclarecendo um pouco melhor, quando digo que o amiga dá um show "com poucos recursos de hardware" eu quis dizer, entre outras coisas, relativamente aos equipamentos da época e também a outros, surgidos depois. Um Amiga com 512KB de RAM (isso hoje equivale a um único som de 20 segundos em MP3!) e jogos gravados em disquetes de 800KB não eram tão, tão diferentes de um amiga top de linha, com 2MB de RAM e HD de 20GB. A tecnologia era moderna, na época, mas relativamente enxuta, barata e acessível ao usuário doméstico. Comparado a um PC comercial da época, bem... não se comparava, pelo menos no aspecto da arte audiovisual.

Início | Blog | Glossário | Fotografia virtual | Site
Feed: Postagens | Comentários
| Glossário | Fotos | ?
Verbetes indicados com † estão incluídos em nosso glossário