domingo, 28 de outubro de 2007

The Protomen: uma breve apresentação



Nós, da Benzaiten, que procuramos voltar atenções para as expressões artísticas relativas ao universo dos jogos eletrônicos, eventualmente temos contato com trabalhos expressivos, com um brilho próprio e que se tornam únicos. Pois bem, a obra entitulada The Protomen, título que também dá o nome à banda, consagra um desses momentos. Pra mim, particularmente, algo genial.

Esta postagem faz uma rápida introdução e dá início – como pretendemos – a uma série de matérias sobre o assunto, sob os vários aspectos que nos seja permitido comentar. Para acessar os outros posts da cobertura, use o link ao final do texto.

The Protomen é o nome de uma banda formada em Tennessee (EUA) e que compôs uma ópera rock de título homônimo, narrando a história dramática entre os irmãos Megaman e Protoman, entre outros personagens-chave do jogo Megaman (Capcom).

Fugindo à tradição dos lançamentos que propõem releituras de trilha para jogos, a ópera The Protomen não é meramente um remix de composições musicais do jogo, mas uma obra inédita, que utiliza concepções básicas de Megaman. O resultado é uma música de muita personalidade, excelente acabamento e uma letra densa, madura e eloqüente.

Na seqüência, outros textos falarão com mais detalhes a respeito deste assunto. Os artigos mais adiante provavelmente conterão spoilers, portanto se preferir apreciar a arte completamente, sugiro o álbum original, que pode ser encomendado aqui.

3 comentários:

Christiano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Christiano disse...

Assino embaixo, Alexo. Também considero esse álbum nada menos do que genial. O que mais me impressiona é que deram uma profundidade muito grande a uma história que, nos jogos originais e que inspiraram a obra, é pouco mais do que infantil. Torço para que os novos trabalhos deles consigam manter esse nível tão bom.

André Luiz Oliveira disse...

Me sinto entusiasmado.
Não via a hora de começarem os posts a respeito dessa banda e desse álbum.
Pra quem gosta de um bom rock, é no mínimo obrigatório ouvir. Achei o álbum bem original, independente da temática relacionada ao jogo. A forma como os timbres são tratados é algo que me atraiu muito quando ouvi pela primeira vez.
Enfim. Depois dessa introdução acho que ainda terão muitos detalhes a serem abordados. E tenho certeza que depois de esmiuçados, a audição será bem mais interessante.

Início | Blog | Glossário | Fotografia virtual | Site
Feed: Postagens | Comentários
| Glossário | Fotos | ?
Verbetes indicados com † estão incluídos em nosso glossário