domingo, 18 de março de 2007

O fim do sedentarismo?

Passado o entusiasmo que circula naturalmente ao redor de boas e novas idéias na área da tecnologia, o produto então passa a ser testado, apreciado e utilizado na prática. Se for assim, ele será assimilado e adotado por seu público-alvo, tornando-se como referência, um modelo funcional para determinada necessidade.

Pois eu falo do novo conceito de interatividade da Nintendo, especificamente nos controles de uso gestual do novo console Wii.

Recentemente eu tive um rápido contato com jogos demonstrativos, os que vêm na caixa, o Wii Sports. Foi em uma loja, com telão e som ambiental, bacana. Eu já tinha experimentado um pouco do Need for Speed Carbon, no Playstation 3 e o tempo pro Wii realmente foi bem curto.

Começei experimentando navegar nos menus com o "apontador", mais preocupado em tentar decifrar como aquilo funcionava por dentro do que com as informações na tela... Entrei no jogo de tênis e, talvez por estar mais curioso no funcionamento do joystick do que no jogo em si (entendo o Sports este como sendo apenas uma "demo", algo simplificado), demorei pra entender que devia-se fazer um alongado movimento com o braço para que o personagem rebatesse a bola. Além da timidez que piora as coisas, claro!

Além de tudo isso, fiquei também pensando se era possível simular o movimento pra facilitar meu jogo, digo, "roubar". Por exemplo, no jogo de boxe você deve inclinar o corpo para o lado para esquivar dos golpes adversários: uma ginástica. E se eu simplesmente girar a mão?

Enfim, existe um aprendizado necessário ali; mas que tarefa interessante!

Mal tive minha primeira e superficial impressão com o Wii, vêm os questionamentos. O que a Nintendo vende como uma atração para toda a família, realmente pode se afirmar como algo prático para quem "leva os jogos a sério"? O Wii vai "caber" no meu quarto apertado ou como vou fazer aquelas noitadas, deitado na cama à frente da TV, se preciso praticamente fazer alongamento antes de fazer os n movimentos do Zelda? Essa interatividade gestual será realmente uma opção válida num sentido prático, ou o video game está fadado a ser objeto do sedentarismo?

Ficam as perguntas no ar para reflexão ou para serem respondidas por quem tem o prazer de jogar com mais serenidade os mais variados jogos disponíveis até o momento para o novo Nintendo Wii. Estamos curiosos pra saber do presente e do futuro!

12 comentários:

andre_oms disse...

Bom, eu não experimentei jogar nenhum desses consoles novos. Tudo que eu senti a respeito deles e o que percebi foi por vídeos e opiniões que leio pela net. Todos os comentários que fiz a respeito dos controles do Wii tinham sido falando que eram ótimos, muito interessantes pelos movimentos exigidos e tudo o mais que você falou no post. Achei interessante a questão que você levanta pois me fizeram me perguntar se era realmente um jeito que eu gostaria de jogar, visto que sempre troquei qualquer futebol com os amigos no fim de semana por ficar deitado no sofá jogando alguma coisa. Fiquei me imaginando sozinho em casa, de pé, fazendo esses movimentos, depois daquele dia cansativo onde o que eu queria era ficar deitado e mexer no máximo os dedos das mãos. Enfim, não sei, não joguei ainda. Quando jogar volto a comentar.
:D

Raphael disse...

Mto bom o texto! Isso me lembra que uma amiga e um amigo meu foram testar o Wii numa loja e notaram q a captacao de movimento eh realmente mto sensivel, ou seja, o movimento q vc faz eh representado exatamente igual no jogo. Diferente de apertar o botao A fraquinho ou forte, agora todos detalhes de seus movimentos passaram a fazer diferenca para seu sucesso dentro do game. Mto legal isso! :)

Alexo disse...

Inclusive saiu na última Nintendo World (nº 103), capa sobre a história de Final Fantasy, e uma pequena matéria sobre a abordagem desse post. Ela (pág. 22) cita estudo feito a respeito dos efeitos dos video games na saúde, com o tal do "exergaming", especialmente ao sujeito sedentário. Resumindo, digamos que seja um início de um princípio de uma tentativa de saída da vida sedentária! Algo quase simbólico, mas que ja tem lá seus méritos: a exigência de movimentos maiores que puramente o controle manual (dedal).

andre_oms disse...

Acho que se fizessem uma pesquisa com a opinião pública (se é que essa já não existe, mas desconheço), acho que eu responderia que, para mim, o melhor seria exercícios físicos para o corpo e jogar video game só de forma sedentária mesmo.
xD
Tem hora que me acho tão antiquado que até me desanimo comigo mesmo... uahsuHAushUAshuhsuHUahsua

Alexo disse...

Mas também acho! Nesse caso, nem é questão de ser antiquado, mas de visualizar o objetivo. Video game nao é, em princípio, equipamento de academia; o foco ali é muito mais cultural, mental, virtual, enfim.

Me ajudem nos exemplos, mas existem os jogos do gênero "Bemani", como os Dance Dance Revolution (DDR), aqueles aparatos onde o jogador "dança" sobre teclas posicionadas no piso, buscando acertar ritmo e postura, em relação a música e indicacões visuais na tela. Que eu me lembre agora, é o melhor exemplo de video game fisicamente ativo! Podemos ver ali, dançando realmente coreografias complicadíssimas e altamente exigentes em questão de habilidade corporal.

Existem campeonatos entre dançarinos de DDR, onde não se avalia apenas a pontuação (acredito que tenha menor importância), mas especialmente a coreografia criada por cada "artista".

Bem, é um exemplo de real atividade física envolvida nos jogos eletrônicos.

Jean disse...

Alguns jogos como DDR tem uma opcao para workout (malhar) e mantem um acompanhamento das calorias queimadas durante uma partida e outra. Logico que isso so funciona se voce tiver o dance pad.

Se voce alem do dance pad tiver um eye toy (a camera) entao o DDR alem dos pes vai fazer voce mover as maos tambem, fornecendo um exercicio mais completo.

Quanto ao WII um colega meu tem e ja consegue jogar Zelda so com movimentos do punho, nem um pouco parecido com o que se ve em propagandas do console.

andre_oms disse...

Acho que é bem isso que o Jean disse por último. Fico imaginando se dá pra jogar sem precisar de toda aquela movimentação. Já no que o Alexo disse sobre o Wii Sports, não deu pra enganar o controle. Não nego que sempre fui meio fã da Nintendo e sempre dou mais crédito a ela (até quando não estou com a razão hauahah). No caso do DDR eu tenho a opção de ir lá jogar/dançar ou não. Mas e se eu adquirir um Wii? Terei a opção de ficar paradinho? Ou todos os jogos exigirão esses movimentos? Será que a Nintendo está querendo conquistar um público fiel a esse estilo de jogo? Sei lá, né.... sei lá...

Daniel Perera disse...

Andre, minha duvida é parecida com a sua. temo que talvez, naqueles dias de inverno eu não vou poder desfrutar de um belo cobertor e eu embaixo detonando sequencias no joystick.. será que teremos uma segunda opção? A jogabilidade (dizem) é impressionante, e é até interessante ver por esse lado de o jogador não ficar parado. Mas eu sou meio antigão quanto a isso, sei lá. solitário, quieto no canto, jogando.

Alexo disse...

Será os jogadores assíduos do Wii correm o risco de ter LER ampliado para braço, ombro etc.?

Alexo disse...

Emocionante ver isso:

http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL13510-6174-84,00.html

Lucas Haeser disse...

Só vi uma página não encontrada Alexo. =)

Alexo disse...

http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL13510-6174,00.html

Será que algo saiu do lugar? Bem, localizei novamente e taí o link. Se der problema, va na pagina de notícias da globo.com e mande localizar a noticia: "Idosos fazem competição com videogame".

Início | Blog | Glossário | Fotografia virtual | Site
Feed: Postagens | Comentários
| Glossário | Fotos | ?
Verbetes indicados com † estão incluídos em nosso glossário